sexta-feira, 26 de junho de 2015

Homeopatia nas doenças de inverno.



             A medicina homeopática vem sendo utilizada, desde sua criação, com muito sucesso na prevenção e no tratamento de doenças epidêmicas, como as que ocorrem com maior intensidade em cada estação, sendo no inverno, maior prevalência da gripe e suas complicações. Segundo o presidente da Associação Médica Homeopática do Paraná, Jorge Ricardo dos Santos, existem medicamentos que podem ser usados em medicina de massa, para tratamento ou para aumentar a imunidade, em tempos de epidemia, tendo sido utilizados com excelentes resultados e comprovados cientificamente. No caso específico da gripe, podem ser usados os medicamentos através de diversas  metodologias, a serem definidas pelo médico homeopata pós-graduado.
             “  É viável e aceita a produção de  medicamentos dinamizados a partir de vacinas e isso  já foi realizado com a vacina da varíola, agregando um dos medicamentos à nossa farmacopeia, o Vaccininum. O Influenzinum foi um nosódio elaborado  a partir de secreções patológicas da gripe, na grande epidemia de gripe denominada "espanhola", em 1918 e o medicamento dinamizado influenzinum H1N1, é atualmente produzido no Brasil por laboratórios credenciados, sendo anualmente atualizado, e quando bem  indicado, traz bons resultados”, salienta o presidente.  
                   Quanto à homeopatia, existem medicamentos específicos para o tratamento da gripe, que costumam  ter suas indicações modificadas a cada epidemia. Os médicos homeopatas estudam os pacientes durante uma epidemia e deste estudo resulta um "pacote de medicamentos para este novo surto", denominado "gênio epidêmico", o que tem sido historicamente muito útil, argumenta. Para o tratamento de uma pessoa que já adoeceu, a homeopatia pode então ser utilizada, inclusive associada à alopatia, se necessário,  para a recuperação de certos casos, pois existem medicamentos homeopáticos para tratar por  exemplo a pneumonia que segue uma gripe, salvando vidas.
                Os vírus, bactérias, fungos e parasitas estão sempre como que esperando uma oportunidade para invadir e se instalar em um corpo debilitado ou com uma imunidade baixa, por isso, diz o médico, é que a  prevenção das doenças é o melhor investimento. “  O tratamento homeopático unicista, clássico ou hahnemaniano,  tem a propriedade de conduzir o paciente para um equilíbrio geral, acompanhado de progressiva diminuição de seus sofrimentos e aumento gradual de sua sensação de bem estar e felicidade. O tratamento homeopático adequado, diminui por assim dizer o "custo para viver" com a consequente sobra de energia vital, que pode então ser usada para outros fins, como por exemplo o aumento da saúde, diz  o médico.
           "A  nutrição também é muito importante, porque o ser humano adoece menos se bem nutrido, porém a qualidade dos alimentos vem diminuindo com o passar dos anos, com menos nutrientes ( minerais, vitaminas e aminoácidos), e também vem cada vez mais acompanhados de anti nutrientes, como agrotóxicos, conservadores, aromatizantes artificiais, edulcorantes artificiais (adoçantes), que nos intoxicam e também inutilizam alguns nutrientes como as vitaminas por exemplo “, alerta. A nutrição emocional é também de suma importância, pois todas as pessoas necessitam do toque corporal e do afeto, que também são  alimentos para a vida. "Os vírus adoram pessoas tristes  para nelas se instalar e adoecê-las”, fala o médico.
                  As pessoas devem pensar na prevenção, buscando maior nível de saúde, diminuindo estresse, sobrecargas, tristezas e mágoas,  buscando uma alimentação mais saudável para o corpo e para a alma.

“A psiconeurologia mostra, a partir de estudos, que para cada estímulo negativo que recebemos, necessitamos de nove positivos, para compensá-lo. A repetição de estímulos negativos sem o devido alívio, leva ao adoecimento. A saúde é portanto, o resultado de um processo ativo de escolhas. O tabagismo, o uso de contumaz ou imoderado de bebidas alcoólicas, diminuem em muito as defesas do organismo e favorecem as complicações da gripe”, conclui o médico. 
“ Hipócrates, médico que viveu antes de Cristo,  considerado o pai da medicina, já prescrevia :" O alimento é o teu remédio", devendo esta máxima  ser aproveitada para todas as áreas de nossas vidas"." Do que nos alimentamos, e o que alimenta nossas vidas ? "questiona o presidente.

42 anos AMHPR

Quarenta e dois anos... Faz pensar em idade adulta. Aciona lembranças. De rostos, fatos, histórias que construíram a vida de nossa associa...